Pular para o conteúdo principal

casamento real ou reality show?

http://media.d24am.com/24am_web/386
/noticias/images/thumbs/22713_460x270_
0021626001303926872.jpg
        O casamento mais badalado dos últimos anos está se tornando um reality show. O príncipe William e Catherine Middleton, casam nesta sexta feira as 7:00h no horário de Brasília. Com o avanço da informação hoje o que se vê é uma disputa pelos melhores ângulos, a um custo alto. Londres volta a estar no centro da atenção do mundo, bem como a família real. Mas o que esta realmente impressionando é o clima que contagia os ingleses. O casamento real se tornou um evento publico na metade do século 19, mas teve seu grande momento com o casamento do príncipe Charles e Lady Di. Mas o casamento do segundo da linha de sucessão ao trono britânico promete ser o maior de todos os tempos. Uma grandiosidade que coloca de certa forma em jogo a função do casamento como formadora de uma sociedade em que o bem comum é o objetivo final. Sabemos que muitos já olham para o casamento como algo ultrapassado, mas fica várias perguntas, por exemplo o que esta acontecendo com os jovens hoje? Cadê as referencia para se seguir? Por que cada vez mais jovens vivem uma vida de suicídio como se a mesma não tivesse sentido? Precisamos rever nossos posicionamentos frente a esta super exposição. Olhe ao seu redor e perceba como os casais atuais estão vivendo, será que estão cuidando dos seus filhos para que eles possam crescer tendo carinho e amor? Pense nisso!!!!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Educação em Lutero uma abordagem ainda para o século 21

            Neste trabalho estaremos analisando dois escritos de Lutero que constam nas Obras Selecionadas (v. 5): Aos conselhos de todas as cidades da Alemanha para que criem e mantenham escolas cristãs (1524) e Uma prédica de Martinho Lutero para que se mandem os filhos para a escola (1530). O objetivo deste trabalho é avaliar o desenvolvimento teológico de Lutero dentro do assunto “Educação” conforme esses escritos de épocas distintas. Após o estudo e comparação destes dois escritos não pude perceber um desenvolvimento teológico significativo em Lutero. Talvez isso se deva a proximidade da data e por estarem os dois escritos no período do “Lutero adulto” (ou seja, depois de 1519). Também é difícil analisar o desenvolvimento teológico de Lutero em um assunto que não é propriamente “teológico”.             Porém, essas obras são de suma importância para a cristandade e a história da educação. Percebemos nestes escritos o valor que Lutero dava à educação, principalmente como p

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar.

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar. Os termos “luterano significado”” Reforma Luterana”, para entender temos que olhar para o passado, no século XVI, devido a divisão na Alemanha entre Católicos e Protestantes, claro que o fator da divisão foi doutrinário, como podemos observar na Dieta de Worms . Termos como Luteranismo, As confissões Luteranas, Livro de Concórdia de1580 , Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, são retiradas desta divisão doutrinária. A religião luterana no Brasil está a mais de 100 anos, dívida entre duas igrejas herdeiras dessa reforma, há Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), http://www.ielb.org.br/home/ , e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), http://www.luteranos.com.br/ . Marca do Luteranismo é a educação, mesmo aqui no Brasil, basta fazer uma busca com os termos “ luterano ferraz ”, “ luterano analia franco ”, “ ULBRA ”, “ Colégio Concórdia ”, “ instit

Reforma Hoje. Um olhar através dos tempos 1 parte.

Reforma Hoje. Um Olhar Através Dos Tempos 1 parte O texto abaixo é  extraído  de um artigo, numa cadeira de catecismo do S eminário   Concórdia  de São Leopoldo RS. Reforma Hoje. Gene Edward Veith      Através de quase todo o século XX, a maior questão teológica foi a chamada "Batalha pela Bíblia". Começando com o conflito entre modernistas e fundamentalistas, a igreja na América vem sendo agitada por uma divisão entre aqueles que acreditam que os ensinos da Bíblia devam ser julgados de acordo com as mais recentes tendências intelectuais e culturais e aqueles que crêem na iner-rância da Escritura. Ao longo de quase todo o século, teólogos liberais, armados com a metodologia crítico-histórica e o prestígio da classe intelectual, batalharam contra os evangélicos, que insistiam na realidade da inspiração divina e no evangelho sobrenatural.        Em meio às violências de cismas denominacionais, seminários para expurgo e divisões de igrejas, os modernist