Pular para o conteúdo principal

EUA - A última besta. Será?


http://adventismoemfoco.files.wordpress.
com/2008/12/int298166ro.jpg?w=300&h=247

"Uma nação, e somente uma, corresponde aos requisitos de datas e características desta profecia; na há dúvida de que se trata dos Estados Unidos da América". 

OBS: Autor do blog(Não concordo com esse pensamentos)

         Desde o início de sua história, o território dos Estados Unidos era habitado somente por pequenos grupos de indígenas e caçadores nômades. Permaneceu nesta condição até que no século XVI, vários navegantes franceses, ingleses e espanhóis começaram a povoá-la. http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gifEm 1620, um grupo de puritanos ingleses conhecidos como "pais peregrinos" chegaram a bordo do Mayflower e fundaram a Nova Inglaterra.  http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gifA partir de então, a América se converteu em refúgio e baluarte daqueles que eram perseguidos por questões de fé na Europa. No ano de 1642, dezesseis mil pessoas migraram para essa região. Deram ao país o nome de Estados Unidos da América na proclamação da independência em 4 de julho de 1776. Seu primeiro presidente, George Washington, subiu ao cargo em 4 de março de 1789 (mesmo ano em que a Assembléia Constituinte Francesa determinou o rompimento com o papado através da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão). http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gifhttp://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gifEstabeleceram um governo fundamentado na liberdade civil e religiosa. Estas convicções foram recepcionadas pela Declaração de Independência dos Estados Unidos e permanecem na Constituição como princípios fundamentais da nação.  http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gifA expansão territorial dos Estados Unidos ocorreu rapidamente. Em 1803, compraram da França o território da Louisiana; em 1819, compraram a Flórida da Espanha; em 1846, anexaram o Texas, Novo México e a Califórnia e, em 1848, adquiriram o território do Oregon mediante um acordo com o Canadá. http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gif
http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gif        O poder político e militar desta nação foi demonstrado em 1917 através de sua bem sucedida intervenção na Primeira Guerra Mundial a favor dos Aliados. Em 1941, sua participação na Segunda Guerra Mundial foi decisiva na derrota de Hitler e para barrar as pretensões expansionistas do Japão, com o lançamento das bombas atômicas sobre Hiroshima e Nagasaki. A influência estadunidense na política mundial refletiu-se no pós-guerra com a formação da ONU (Organização das Nações Unidas), com a Guerra Fria com a URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas), com a formação da OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) e com a Guerra da Coréia. De um modo geral, desde então, os Estados Unidos intervieram em todas as questões políticas e econômicas do mundohttp://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gifhttp://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gif.
         Desde o início de sua história, foi um país protestante e carregou um profundo sentimento anticatólico por causa dos maus tratos que os seus antepassados receberam na Europa. Com o passar do tempo, as suspeitas e ancores foram desaparecendo até que na década de 80, o presidente Ronald Reagan fez alterações na legislação para que os Estados Unidos pudessem estabelecer relações diplomáticas com a Santa Sé. Entre 1981 e 1982, o presidente Reagan e João Paulo II trocaram correspondências secretas sobre os acordos armamentistas entre os soviéticos e os Estados Unidos. Reagan instruiu o diretor da CIA William Casey que fornecesse ao Papa informações  secretas que seriam utilizadas na derrota do comunismo, que finalmente ocorreu em 25 de dezembro de 1991 com a retirada da bandeira vermelha da cúpula verde do Kremlin. Os Estados Unidos passavam a ser o país mais poderoso do planeta. 

      No pensar luterano já colocamos até a função do papa como o anti-cristo, mas observamos que é uma atitude que não reflete o centro do evangelho. Não estamos aqui para nos colocar no lugar de Deus, por isso quem vai exercer estas funções cabe a ele saber, muitas vezes sou o anti-cristo no modo em que vejo a ação de Deus, por exemplo quando condeno uma nação ou um irmão ao meu lado, não estou agindo como o anti-cristo. O reino de Deus é perdão de pecados, e foi por isso que nosso senhor morreu.Cristo é para todos!  inclusive para os americanos e demais povos!!!!! Pense nisso!!!!!



http://i970.photobucket.com/albums/ae183/jesusvoltara/jesusvoltara/sinais/capitulo9_estadosunidos_arquivos/1x1.gif

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Educação em Lutero uma abordagem ainda para o século 21

            Neste trabalho estaremos analisando dois escritos de Lutero que constam nas Obras Selecionadas (v. 5): Aos conselhos de todas as cidades da Alemanha para que criem e mantenham escolas cristãs (1524) e Uma prédica de Martinho Lutero para que se mandem os filhos para a escola (1530). O objetivo deste trabalho é avaliar o desenvolvimento teológico de Lutero dentro do assunto “Educação” conforme esses escritos de épocas distintas. Após o estudo e comparação destes dois escritos não pude perceber um desenvolvimento teológico significativo em Lutero. Talvez isso se deva a proximidade da data e por estarem os dois escritos no período do “Lutero adulto” (ou seja, depois de 1519). Também é difícil analisar o desenvolvimento teológico de Lutero em um assunto que não é propriamente “teológico”.             Porém, essas obras são de suma importância para a cristandade e a história da educação. Percebemos nestes escritos o valor que Lutero dava à educação, principalmente como p

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar.

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar. Os termos “luterano significado”” Reforma Luterana”, para entender temos que olhar para o passado, no século XVI, devido a divisão na Alemanha entre Católicos e Protestantes, claro que o fator da divisão foi doutrinário, como podemos observar na Dieta de Worms . Termos como Luteranismo, As confissões Luteranas, Livro de Concórdia de1580 , Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, são retiradas desta divisão doutrinária. A religião luterana no Brasil está a mais de 100 anos, dívida entre duas igrejas herdeiras dessa reforma, há Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), http://www.ielb.org.br/home/ , e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), http://www.luteranos.com.br/ . Marca do Luteranismo é a educação, mesmo aqui no Brasil, basta fazer uma busca com os termos “ luterano ferraz ”, “ luterano analia franco ”, “ ULBRA ”, “ Colégio Concórdia ”, “ instit

Reforma Hoje. Um olhar através dos tempos 1 parte.

Reforma Hoje. Um Olhar Através Dos Tempos 1 parte O texto abaixo é  extraído  de um artigo, numa cadeira de catecismo do S eminário   Concórdia  de São Leopoldo RS. Reforma Hoje. Gene Edward Veith      Através de quase todo o século XX, a maior questão teológica foi a chamada "Batalha pela Bíblia". Começando com o conflito entre modernistas e fundamentalistas, a igreja na América vem sendo agitada por uma divisão entre aqueles que acreditam que os ensinos da Bíblia devam ser julgados de acordo com as mais recentes tendências intelectuais e culturais e aqueles que crêem na iner-rância da Escritura. Ao longo de quase todo o século, teólogos liberais, armados com a metodologia crítico-histórica e o prestígio da classe intelectual, batalharam contra os evangélicos, que insistiam na realidade da inspiração divina e no evangelho sobrenatural.        Em meio às violências de cismas denominacionais, seminários para expurgo e divisões de igrejas, os modernist