Pular para o conteúdo principal

Manifestações, uma reflexão



"Querida Igreja!

Estamos todos preocupados e sob forte impacto diante dos últimos acontecimentos e manifestações em todo nosso país. O grande número de manifestantes nas ruas nos traz admiração, mas também, nos leva a uma profunda reflexão.

A corrupção crescente e sem consequências sobre os que a praticam de forma aviltada e descarada, a falta de segurança, os problemas na área da saúde e da educação, enfim, o povo saturou-se, o povo não consegue mais conviver com o descaso e a impunidade e, por isso, grita, se manifesta e busca justiça, decência e honra.

Dentro desse cenário, não podemos concordar e nem compactuar com o vandalismo e extremismo, que, na verdade, foi e é praticada por um grupo pequeno de inconsequentes. O caminho não é com a violência, nem o vandalismo, pois, no final, nós mesmos temos que pagar a conta, pois é nosso patrimônio que é delapidado e atingido.

Chama a atenção que esse movimento não está encabeçado por uma cor partidária, pelo contrário, há um clamor para que seja isento, um movimento apolítico, direcionado a todos que nos governam e que deveriam zelar pelo bem estar do povo e não dos seus interesses mesquinhos e egoístas.

O grande batalhador pela justiça e pelos direitos humanos, Martin Luther King disse: “O que me preocupa não é o grito dos maus, mas, sim, o silêncio dos bons.” Nesse sentido a Igreja Evangélica Luterana do Brasil, apoia um movimento democrático, na luta pela moral, pela ética, pela justiça e pelo bem-estar do povo brasileiro, repudiando atos de violência e vandalismo, buscando sempre o caminho da paz e do amor.

Conclamamos o povo luterano para que inclua em suas orações nosso país. Peçamos a ajuda daquele que é Senhor sobre tudo e sobre todos. Coloquemos nossa vida e o destino do nosso país em suas mãos, pedindo para que Deus dê sabedoria, humildade, bom senso e atitude aos nossos governantes, no sentido de exercerem sua função com dignidade e responsabilidade, defendendo os interesses de um povo sofrido e carente, na busca da felicidade, da harmonia e do progresso.

O salmista disse, na Bíblia Sagrada: “Feliz a nação cujo Deus é o Senhor.” Salmo 33.12. Esse é o nosso desejo. Esse é o nosso sonho, um povo ligado ao seu Criador, amando e confiando em Cristo Jesus como seu Salvador, e deixando que o Espírito Santo possa agir em suas vidas e corações, através da Palavra de Deus e assim, respondendo a esse amor com uma vida digna, honrada, decente, honesta e carregada de amor.



Pela Igreja Evangélica Luterana do Brasil
Pastor Egon Kopereck - Presidente"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sábado Santo

"Durante o Sábado santo a Igreja permanece junto ao sepulcro do Senhor, meditando sua paixão e sua morte,  sua descida à mansão dos mortos e esperando na oração e no jejum sua ressurreição   (Circ 73). No  dia do silêncio  a comunidade cristã vela junto ao sepulcro.  Calam os sinos e os instrumentos. É ensaiado o aleluia, mas em voz baixa. É o dia para aprofundar. Para contemplar. O altar está despojado. O sacrário aberto e vazio . O Sábado é o dia em que experimentamos o vazio. Se a fé, ungida de esperança, não visse no horizonte último desta realidade, cairíamos no desalento: "nós o experimentávamos…", diziam os discípulos de Emaús. É um dia de meditação e silêncio. Mas não é um dia vazio em que "não acontece nada". Nem uma duplicação da Sexta-feira. A grande lição é esta: Cristo está no sepulcro, desceu à mansão dos mortos, ao mais profundo em que pode ir uma pessoa. E junto a Ele, como sua Mãe Maria, está a Igreja, a esposa. Calada, como ele. O

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar.

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar. Os termos “luterano significado”” Reforma Luterana”, para entender temos que olhar para o passado, no século XVI, devido a divisão na Alemanha entre Católicos e Protestantes, claro que o fator da divisão foi doutrinário, como podemos observar na Dieta de Worms . Termos como Luteranismo, As confissões Luteranas, Livro de Concórdia de1580 , Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, são retiradas desta divisão doutrinária. A religião luterana no Brasil está a mais de 100 anos, dívida entre duas igrejas herdeiras dessa reforma, há Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), http://www.ielb.org.br/home/ , e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), http://www.luteranos.com.br/ . Marca do Luteranismo é a educação, mesmo aqui no Brasil, basta fazer uma busca com os termos “ luterano ferraz ”, “ luterano analia franco ”, “ ULBRA ”, “ Colégio Concórdia ”, “ instit

Paulo Santana - Novidade teratológica

https://encrypted-tbn3.google.com/ images?q=tbn:ANd9GcSDhr2bCt0N9gm wQgyFSuchQ996PizcsStMUB5I5irC5xroUkt- * Texto publicado na página 47 de Zero Hora desta quinta-feira (23) Desculpem, mas não existe assunto melhor do que este: em São Sepé, esta semana, um cão que tem no sangue a mistura de pitbull com rottweiler botou para fora de casa uma família inteira, depois que a proprietária foi ameaçada por ele e conseguiu fechar a porta da casa e fugir do lar. Isto apenas uma semana depois que um cão, também uma cruza de pitbull com rottweiler, matou a dentadas um menino em Capão da Canoa. Eu pergunto: o que tem na cabeça uma pessoa que cruza pitbull com rottweiler? O que tem na cabeça? Sei bem o que pensa. Pensa que tem uma arma mortífera em casa, mas quer uma arma mais mortífera ainda. E cruza as duas raças, revelando uma megalomania incrível, autodotando-se de um superpoder. Teratologia (monstruosidade) pura. Informa-me o Cyro Silveira Martins Filho que os pitbulls são descendente