Pular para o conteúdo principal

Separados por Deus, uma reflexão no amor de Deus

Separados por Deus



Leitura: Gênesis 12.1-3 "Farei de você um grande povo, e o abençoarei. Tornarei famoso o seu nome, e você será uma bênção."
(v. 2)

       O que se vê por toda a Bíblia é que Deus está interessado na salvação de toda a humanidade. Lemos nas Escrituras a história específica de Israel no Antigo Testamento, e da igreja no Novo Testamento. Nos primeiros onze capítulos de Gênesis, a atenção de Deus é universal, e ele continua com essa atenção depois, já que todos os povos da terra e a terra toda continuam alvo do seu amor.
     O que muda com Abraão é a ação de Deus: ele separa um só povo, por meio de quem as bênçãos serão para o mundo todo.
Deus separa um povo para ser exemplo e canal de bênção aos demais, como se fosse um parceiro-chave e específico. Essa é a resposta de Deus à rebeldia da humanidade, que deseja ser independente dele, destruindo-se a si mesma.
     Abraão deveria trocar o conhecido pelo desconhecido (Hb 11.18) e ver sua recompensa naquilo que ele não viveria para ver: uma grande nação. As palavras: "você será uma bênção... e ... por meio de você todos os povos da terra serão abençoados" deixam claro que Abraão não deveria guardar as bênçãos de Deus para si, mas usá-las para beneficiar a outros.

    O apóstolo Paulo lembrou dessa promessa como indício do evangelho (Gl 3.8). Por isso, é importantíssimo acertar na sua interpretação. Com o cumprimento da ordem "saia e vá", Deus promete localidade -"a terra que eu lhe mostrarei"- e nacionalidade - "farei de você um grande povo" - específicas.     O restante da história de Israel é conseqüência. Com a vinda de Jesus, a bênção é expandida até os confins da temi (At 1.8), e o povo de Deus passa a incluir todos os povos (Ef 3.6). A afirmação "você será uma bênção" revela o plano divino com Israel em relação aos povos vizinhos. No Novo Testamento, amplia-se a tarefa de anunciar as boas novas, reunindo o povo de Deus entre todos os povos (Mt 28.18-20).

Postagens mais visitadas deste blog

Terremoto - Um pais chamado Brasil

http://i112.photobucket.com/albums/n166/leleco eanjinha/lapide2-1.jpg    Pode parecer estranho o titulo, mas como falar sobre um país com tantos contrastes, sem fala em abalo em sua estruturas. Sim abalos, pois como explicar um aumento de patrimônio de 20 vezes em quatro anos, comparado ao aumento do salário mínimo é uma vergonha. Não bastasse isso, ainda temos as questões da copa do mundo, tudo esta atrasado só para que a corrupção possa levar a sua parte neste projeto que seria muito importante para o pais. Só para se ter uma idéia de como as coisas se arrasta em nosso pais, uma ponte está interditada aqui em Minas Gerais que da acesso ao Espírito Santo e não foi tomada nenhuma providencia de construir uma nova ponte, todos que usam este acesso estão enfrentando dificuldades em desvio, nem a ponte do exercito ficou pronta ainda. Enquanto isso o governo privatiza as Brs boas colocando os pedágios para dar lucros as empresas e deixando o usuários das mesma a ver navios. Um bom exem

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar.

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar. Os termos “luterano significado”” Reforma Luterana”, para entender temos que olhar para o passado, no século XVI, devido a divisão na Alemanha entre Católicos e Protestantes, claro que o fator da divisão foi doutrinário, como podemos observar na Dieta de Worms . Termos como Luteranismo, As confissões Luteranas, Livro de Concórdia de1580 , Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, são retiradas desta divisão doutrinária. A religião luterana no Brasil está a mais de 100 anos, dívida entre duas igrejas herdeiras dessa reforma, há Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), http://www.ielb.org.br/home/ , e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), http://www.luteranos.com.br/ . Marca do Luteranismo é a educação, mesmo aqui no Brasil, basta fazer uma busca com os termos “ luterano ferraz ”, “ luterano analia franco ”, “ ULBRA ”, “ Colégio Concórdia ”, “ instit

Reflexão da Parábola das dez virgens Mateus 25,1-13

Reflexão da Parábola das dez virgens Mateus 25,1-13 Parábola das dez virgens Mateus 25,1-13 Mateus 25.1-13 . Na nossa reflexão de Mateus “Jesus acabou de falar do fim dos tempos. Agora, como era seu costume, ele usa parábolas isso é figuras para realçar as lições que seus seguidores precisavam aprender sobre os tempos finais. Como em outras figuras que Jesus usou, não podemos buscar significado em cada detalhe. O fato de haver cinco virgens prudentes e cinco insensatas não quer dizer que a metade da humanidade será salva e a outra metade não. O ponto é de que haverá apenas duas categorias: Os que estão preparados e os que não estão. A intenção de Jesus nesta parábola em Mateus é chamar a atenção para a responsabilidade pessoal de cada um. As virgens insensatas poderiam ter tomado a iniciativa de trazer mais óleo, ou ter buscado enquanto havia tempo. Mas não o fizeram. Da mesma forma, muitas pessoas hoje poderiam buscar mais a Palavra de Deus, compreendê-la e