Pular para o conteúdo principal

Reforma Hoje. Um Olhar Através Dos Tempos 2 parte

Reforma Hoje. Um Olhar Através Dos Tempos 2 parte

O texto abaixo é extraído de um artigo, numa cadeira de catecismo do Seminário Concórdia de São Leopoldo RS.


Reforma Hoje.  2 parte


Mas, a despeito da vitória aparente, uma nova batalha está se organizando. Talvez lhe caiba o nome de "A Batalha pelo Evangelho". O que surpreende é que os ataques contra o evangelho estejam vindo das fileiras dos próprios evangélicos.
O Protestantismo clássico sempre ensinou que Jesus Cristo morreu para salvar pecadores, mas muitos evangélicos contemporâneos estão minimizando a importância do pecado, da salvação e da expiação. No novo evangelho, a salvação é substituída pela terapia. O pecado dá lugar à auto-estima; e a doutrina da justificação pela fé perde espaço para a doutrina do pensamento positivo. Essa nova versão do Cristianismo faz da Bíblia, não uma Palavra de salvação, mas um manual de instruções detalhadas para uma vida feliz. As arestas duras do Cristianismo histórico — as sérias exigências morais, as doutrinas desagradáveis tais como o inferno, Cristo como o único caminho para a salvação — são glosadas, minimizadas, no esforço de reduzir o Cristianismo a uma religião de sentir-se bem. O enfoque da nova teologia não é Deus, mas o eu. As doutrinas objetivas são substituídas por experiências subjetivas; em vez do culto a um Deus santo há um show para a congregação. Tais noções poderão promover o crescimento da igreja, mas não são o Cristianismo histórico.
Uma característica curiosa dessa nova teologia evangélica é a maneira como ela acolhe o universalismo. Raciocinando que um Deus sensível não estaria querendo condenar ninguém eternamente — e minimizando a importância do pecado original — alguns estão ensinando que Deus meramente aniquila os pecadores; outros, que há muitos caminhos para Deus; outros, que todos são salvos, mas quem rejeita o amor de Deus perde por não ter uma vida abundante aqui na terra. Uma variação do universalismo evangélico ensina que só aqueles que rejeitam Cristo conscientemente serão condenados; aqueles que nunca tiveram oportunidade de ouvir o evangelho serão salvos por causa da sua ignorância. Acompanhando essa lógica, o melhor modo de trazer salvação ao mundo seria não contar a ninguém sobre Cristo. Assim, os evangélicos, cujo nome em si já testifica da centralidade do evangelho, se descompõem.
Tanto na "Batalha pela Bíblia" como na "Batalha pelo Evangelho", fica em jogo a questão da verdade da Palavra de Deus. Os modernistas questionaram se o que a Bíblia diz correspondia aos cânones da verdade científica e racionalista.

Ref.
 Texto publicado em In BOICE, James (org.) Reforma Hoje. Uma convocação feita pelos evangélicos Confessionais. São Paulo, Editora Cultura Cristã, 1999.

Composição Prof. Clóvis Jair Prunzel.

Postagens mais visitadas deste blog

Terremoto - Um pais chamado Brasil

http://i112.photobucket.com/albums/n166/leleco eanjinha/lapide2-1.jpg    Pode parecer estranho o titulo, mas como falar sobre um país com tantos contrastes, sem fala em abalo em sua estruturas. Sim abalos, pois como explicar um aumento de patrimônio de 20 vezes em quatro anos, comparado ao aumento do salário mínimo é uma vergonha. Não bastasse isso, ainda temos as questões da copa do mundo, tudo esta atrasado só para que a corrupção possa levar a sua parte neste projeto que seria muito importante para o pais. Só para se ter uma idéia de como as coisas se arrasta em nosso pais, uma ponte está interditada aqui em Minas Gerais que da acesso ao Espírito Santo e não foi tomada nenhuma providencia de construir uma nova ponte, todos que usam este acesso estão enfrentando dificuldades em desvio, nem a ponte do exercito ficou pronta ainda. Enquanto isso o governo privatiza as Brs boas colocando os pedágios para dar lucros as empresas e deixando o usuários das mesma a ver navios. Um bom exem

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar.

Luterano, Luterana significado, fácil de buscar. Os termos “luterano significado”” Reforma Luterana”, para entender temos que olhar para o passado, no século XVI, devido a divisão na Alemanha entre Católicos e Protestantes, claro que o fator da divisão foi doutrinário, como podemos observar na Dieta de Worms . Termos como Luteranismo, As confissões Luteranas, Livro de Concórdia de1580 , Igreja Evangélica Luterana do Brasil, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil, são retiradas desta divisão doutrinária. A religião luterana no Brasil está a mais de 100 anos, dívida entre duas igrejas herdeiras dessa reforma, há Igreja Evangélica Luterana do Brasil (IELB), http://www.ielb.org.br/home/ , e a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), http://www.luteranos.com.br/ . Marca do Luteranismo é a educação, mesmo aqui no Brasil, basta fazer uma busca com os termos “ luterano ferraz ”, “ luterano analia franco ”, “ ULBRA ”, “ Colégio Concórdia ”, “ instit

Reflexão da Parábola das dez virgens Mateus 25,1-13

Reflexão da Parábola das dez virgens Mateus 25,1-13 Parábola das dez virgens Mateus 25,1-13 Mateus 25.1-13 . Na nossa reflexão de Mateus “Jesus acabou de falar do fim dos tempos. Agora, como era seu costume, ele usa parábolas isso é figuras para realçar as lições que seus seguidores precisavam aprender sobre os tempos finais. Como em outras figuras que Jesus usou, não podemos buscar significado em cada detalhe. O fato de haver cinco virgens prudentes e cinco insensatas não quer dizer que a metade da humanidade será salva e a outra metade não. O ponto é de que haverá apenas duas categorias: Os que estão preparados e os que não estão. A intenção de Jesus nesta parábola em Mateus é chamar a atenção para a responsabilidade pessoal de cada um. As virgens insensatas poderiam ter tomado a iniciativa de trazer mais óleo, ou ter buscado enquanto havia tempo. Mas não o fizeram. Da mesma forma, muitas pessoas hoje poderiam buscar mais a Palavra de Deus, compreendê-la e